Famesp promove 1º encontro de médicos

Segurança do paciente, saúde financeira e questões éticas e legais estão entre temas abordados. Inscrições estão abertas com vagas limitadas.

Gol de cabeça

Recentemente, em Leme-SP, brilhantes jovens da Escola SESI daquela cidade não deixaram a pelota passar e entraram de cabeça na Copa. Sabe como? Leia o artigo dessa semana, assinado pelo professor Habermann. [CLIQUE AQUI]

Famesp recebe Troféu Atitude de Ouro por postagem de flashmob em prol do McDia Feliz Botucatu

Post do HCFMB, teve grande repercussão nas redes sociais. McDonald's do Shopping Botucatu também foi premiado após ampliar o percentual de vendas do ano anterior

Maternidade Santa Isabel faz 40 anos e lança ação para reencontrar bebês

Data: 12/10/2018 - Veículo: Jornal da Cidade

'A Famesp tem extrema importância no Projeto Mulher Feliz'

A educadora física Sônia Suhayla, professora das aulas de dança do ventre do Projeto Mulher Feliz, pontua a importância da Famesp para o projeto. Ela é uma das personagens da Famesp que fazem toda a diferença na vida de quem passa por seu caminho. Autoestima e ressigficado da vida estão entre ganhos apontados por suas alunas de dança. 'No início, estava em depressão. Graças às aulas e às meninas, recomecei minha vida. Somos uma família', relata Rita Brito, de 48 anos, que recomeçou sua vida em Botucatu após conhecer as aulas do projeto. [Leia mais]

'Fiquei encantado com a possibilidade de criar a Famesp' (Domingos Alves Meira)

"Minha proposta de criação de uma fundação do terceiro setor não foi bem compreendida no começo. Até meu enterro fizeram...", relata o professor doutor Domingos Alves Meira, em entrevista ao jornalista Leandro Rocha, no ano de 2012. [Confira]

Antônio Carlos Amando de Barros: o primeiro presidente

O advogado Antônio Carlos Amando de Barros abriu as portas de seu escritório, em Botucatu, para receber nossa equipe e relembrar passagens importantes sobre a história da Famesp. Ele foi o primeiro presidente da Fundação e fala, especialmente, sobre a concepção e os desafios iniciais. "A história da Famesp é a demonstração inequívoca e eloquênte de que, havendo administradores com visão de futuro e competência para poder detectar as dificuldades de uma determinada instituição, a administração pública pode ter sucesso. Então, se a Famesp é hoje o que é ela deve, evidentemente, a todos os que passaram por lá e prestaram relevantes serviços. Mas o germe inicial, o nascedouro disso, a gênese da Famesp tem que ser creditada a dois grandes professores: Armando Otávio Ramos e Domingos Alves Meira". [Confira vídeo gravado com ele]

O guardador de memórias

Fúlvio José Chiaradia é um contador que trabalha desde os 17 anos. Hoje, aos 85 anos, ele abre seus arquivos para contar histórias sobre a Unesp, a Faculdade de Medicina, o Hospital das Clínicas e, especialmente, sobre o nascimento da Famesp. [Confira]